Omega 3: um grande aliado na Reprodução Humana.

Há muito tempo o Omega 3 vem sendo estudado e tem seus efeitos benéficos comprovados em várias áreas, como por exemplo: na redução da pressão arterial e das taxas de colesterol (aumento do HDL), na redução de incidência dos cânceres de próstata, intestinos e de mama, na redução dos riscos associados ao Mal de Alzheimer, na melhora dos sintomas de depressão e do Diabetes do tipo, na melhora da performance dos atletas e, ainda tem um impacto favorável na saúde bucal (prevenção e tratamento de doenças inflamatórias e/ou crônicas, como a periodontite).

O que muitos ainda podem não saber é que o Omega 3 também tem excelentes resultados na melhora da fertilidade masculina (qualidade dos espermatozoides, motilidade, disfunção erétil), da fertilidade feminina (tem ação anti-inflamatória, regula os hormônios, reduz os riscos da endometriose) e na redução de alguns riscos gestacionais.

Os ácidos graxos tem um papel fundamental quando tratamos do assunto: Filhos! Um estudo de Harvard, recentemente, revelou que o Omega 3 faz muito bem à saúde do espermatozoide, já que os homens que o tinham em sua dieta conseguiram diminuir em 1,9% a quantidade de espermatozoides defeituosos. Por que? Bem, uma das explicações seria porque ele, o Omega 3, atuaria diretamente da constituição da membrana plasmática celular, tornando o espermatozoide mais resistente e maleável, característica que fazem toda a diferença na hora H. Afinal, quanto mais gametas aptos à fecundação, maiores serão as chances do processo dar certo!

Entretanto, cuidado, as gorduras saturadas (de animais) devem ser evitadas, pois os pesquisadores descobriram que  os homens que ingeriam grandes quantidades destas gorduras além de terem 43% menos espermatozoides, tinham uma concentração 38% menor de gametas por ml de sêmen. E, tudo isto se deve, à liberação maior de radicais livres no organismo, que são moléculas degenerativas provenientes, em parte, do excesso da ingestão das gorduras saturadas.

E, para piorar o quadro, este tipo de gordura é responsável também pela obesidade e quantos mais gordas as células, mais elas liberam a enzima aromatase, responsável pela conversão da testosterona em estradiol, o que causa prejuízos à produção de espermatozoides.Um estudo francês comprovou que homens com sobrepeso e obesos tem taxas de 10 a 20% mais baixas de espermatozoides, respectivamente.

Mas, nem só de fatores masculinos dependem os Filhos!O Omega 3 também é responsável pela redução do risco de pré-eclâmpsia e da depressão pós-parto (30% das mulheres sofrem deste mal).  Os estudos revelaram a redução na incidência desses distúrbios em pacientes que fizeram uso do ômega 3 na gestação, comparando com as que não fizeram. E, ainda, melhora o peso e o tamanho da criança ao nascer, prolonga o tempo gestacional e diminui o risco de morte entre recém-nascidos.

Ainda, outros estudos demonstraram que a ingestão desta substância, durante a fase final da gestação melhorou a capacidade sensorial, cognitiva (Inteligência) e motoras das crianças. (Os testes foram realizados em crianças com idades entre 6 e 11 meses).

Os especialistas recomendam, para as gestantes, a ingestão diária de 300 miligramas do ácido, principalmente no terceiro trimestre da gravidez, por causa do papel que ele cumpre no desenvolvimento cerebral. Portanto, coloque em sua dieta: salmão, sardinha, arenque, peixe espada e truta, avelãs, gérmen de trigo, abóbora, soja, nozes, espinafre, pepino, couve, couve de Bruxelas, Abacaxi e amêndoas. O atum e os outros peixes do mar, apesar de ser rico em Omega 3, deve ser evitado pelas altas concentrações de mercúrio apresentadas, durante a gestação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s