Ultrassonografia Pélvica Transvaginal

Os órgãos do aparelho reprodutor feminino apresentam diversas modificações fisiológicas e morfológicas, a ultrassonografia permite a observação detalhadas das modificações fisiológicas pélvicas, dentre elas temos a transvaginal, a com efeito Doppler e a tridimensional, que auxilia na elucidação de várias características funcionais e processos patológicos ginecológicos, além de permitir é claro a contagem, punção e coleta de ovócitos.

A ultrassonografia pélvica transvaginal é realizada com o objetivo de avaliar cuidadosamente a anatomia pélvica, confirmando a normalidade dos órgãos pélvicos ou identificando a presença de alterações no útero (mioma, pólipo endometrial), ovários (cistos, tumores) e, eventualmente nas trompas (hidrossalpinge – dilatação da trompa), que possam interferir negativamente no ciclo de tratamento. A recente aquisição da ultrassonografia tridimensional em tempo real (ultrassonografia 4-D) representou um avanço para o diagnóstico das anomalias uterinas congênitas. Além do estudo anatômico dos órgãos pélvicos, investigamos seu metabolismo através do exame dopplerfluxométrico colorido dos vasos da pelve.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Em tese, o exame por via transvaginal dispensa a repleção da bexiga, mas no geral, para que se obtenha um diagnóstico mais preciso, incluindo a pesquisa de lesões na bexiga, este procedimento é precedido de uma investigação por via abdominal (suprapúbica).

Por esta razão, a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultra-sônicas, facilitando a visualização e avaliação dos órgãos e estruturas da região pélvica.

Tão logo essa investigação tenha sido concluída, a bexiga é esvaziada para que se proceda ao exame por via transvaginal.

É o principal exame utilizado pelos ginecologistas para diagnóstico de mioma uterino, pode-se através desse exame quantificar o número, tamanho e localização dos nódulos de mioma no útero. A visualização do endométrio (camada que recobre o útero por dentro) e dos ovários também é de igual importância para afastar outras doenças que possam coexistir com o mioma.

Representa um dos principais avanços no diagnóstico da endometriose. Pode indicar a presença da doença ovariana, na forma dos endometriomas, e, mais recentemente tem sido possível, através do ultrassom transvaginal especializado, com preparo retal, sugerir a presença da doença profunda, na forma retrocervical, ou mesmo de septo retovaginal. É recomendado, na suspeita ao exame físico de nódulos retro-uterinos, realizar-se o ultrassom com um enema retal uma hora antes. Este método, quando efetuado pos profissionais experientes, pode permitir a mensuração do foco e eventualmente a correlação das camadas intestinais (do reto e sigmoide comprometidas pela doença).

Em casos de úteros volumosos, ela deverá ser complementada com a ultrassonografia abdominal total.

É um exame que necessita de preparo prévio:

a)  tomar quatro copos de água ou outro tipo de líquido não gasoso, 1 hora antes do horário agendado. Caso tenha alguma dificuldade na ingestão ou na retenção do líquido, deixe para beber a água na clínica. Para isso, chegue com 1 hora de antecedência.

b) usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.

c) levar os exames anteriores, comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.

Custo: R$100,00

12 Comentários

12 pensamentos sobre “Ultrassonografia Pélvica Transvaginal

    • Oi Julyanne, o propósito do site não é fazer interpretação de exames, pois somente médicos podem fazê-lo, leve seus exames para o seu médico e tire suas dúvidas.
      Obrigada pela visita e volte sempre…

      Curtir

  1. OI BOA NOITE!,GOSTEI MUITO FIQUEI SATISFEITA ESTAVA A PROCURA DE UMA RESPOSTA ASSIM!CLARA , OBJETIVA E ESCLARECEDORA ,OBRIGADA!!!!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s