Hiperprolactinemia

hiperprolactinemia é o excesso da criação do hormônio prolactina. Esse hormônio é o responsável pela produção do leite.

As causas do aumento de prolactina são várias, sendo as mais comuns a gravidez, o estresse, e o momento pós-uso de medicamentos. Nos níveis altos de prolactina, pode surgir tumor de hipófise (adenoma) que, geralmente, é benigno e denominamos de prolactinomas.

A hipófise é uma glândula que localiza-se abaixo do cérebro e produz vários hormônios que regulam todas os hormônios produzidos pelo organismos. Se a hipófise produz mais prolactina, isso acaba atrapalhando a secreção de outros hormônios, dificultando a ovulação.

A disfunção da prolactina é uma causa comum de infertilidade feminina e masculina, pois esse hormônio tem ação no eixo hipotálamo-hipofisário, e se aumentado gera uma diminuição na secreção dos hormônios Folículo Estimulante (FSH) e Luteinizante (LH), que estimulam tantos os ovários quanto os testículos.

No homem, a prolactina tem ação inibitória na produção de testosterona e, consequentemente, pode diminuir a libido, causar irritação emocional, fraqueza musculardisfunção erétil e alteração no número e qualidade dos espermatozoides.

Exames: exame físico e exames de imagem: Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética Cerebral, nos casos de suspeita de tumor da hipófise.

Tratamento: depende da causa. Após o controle dos níveis de prolactina, geralmente a fertilidade é restabelecida  O casal poderá prosseguir na investigação quando associada à outra causa de infertilidade, e nesse caso será indicado o tratamento específico de reprodução assistida.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s