Miomectomia

Procedimento cirúrgico destinado a remover os miomas uterinos com preservação do útero, pode ser feita por videohisteroscopia, videolaparoscopia ou por cirurgia convencional.

São 3 os tipos: a indicação de cada uma vai depender da localização, do tamanho do mioma e da experiência do cirurgião.

Se o mioma for pequeno e estiver no interior da cavidade uterina (submucoso), a melhor técnica é a videohisteroscopia que é pouco agressiva, pouco invasiva e de complicações raras.

Se o mioma for grande e estiver no meio da musculatura ou na região externa do útero, a melhor opção é a videolaparoscopia, mas a cirurgia convencional realizada com uma incisão no abdômen pode ser uma outra opção. A sutura das camadas do útero deve ser precisa para que se consiga uma reconstrução adequada do órgão, reforçada e com o mínimo de aderências.

A Embolização da Artéria Uterina é feita em parceria com radiologistas e indicada em casos especiais. Muitas vezes esse procedimento é inviabilizado pela dificuldade da paciente em ser consultada por esse profissional. A indicação desta intervenção pode ser uma opção que deve ser indicada em casos específicos como os miomas que estão em localização de difícil acesso pela cirurgia.

Novas alternativas como o Sistema ExAblate® 2000, uma técnica não invasiva e a cirurgia robótica estão em estudos e podem ser consideradas, mas ainda com certa precaução.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s