Cultura de Blastocisto

Após fertilizado, o embrião divide-se e tem um aumento rápido no número de células. Essa bola de células formada chama-se mórula (4º dia do desenvolvimento). À medida que as células se multiplicam, elas também diminuem de tamanho, compactando-se; complementa esse processo um fenômeno de formação de cavidades que contêm líquido – esse novo aglomerado é conhecido como blastocisto (5º dia).

O desafio para a equipe de fertilização in vitro é escolher os melhores embriões, que mais provavelmente irão resultar em gravidez. A maioria das nossas transferências embrionárias são realizadas no 2º ou 3º dia. No entanto, recentes avanços nas condições de cultura embrionária têm nos permitido um desenvolvimento adequado do embrião até blastocisto. Isto facilita uma melhor seleção dos embriões a serem transferidos e também a limitação do número de embriões de boa qualidade transferidos para 2, eliminando assim o risco de trigêmeos ou quadrigêmeos. A transferência embrionária ocorre no 5º ou 6º dia após a aspiração folicular.

A cultura de blastocisto pode ter vantagens em pacientes mais jovens, receptoras de óvulos ou pacientes com sucesso em ciclo anterior de FIV.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s