Alterações da Tireoide

Hipotireoidismo:

O tratamento visando à volta a fertilidade compreende, geralmente, o uso de Levotiroxina, com doses calculadas conforme a idade e o peso da paciente. Após 6 semanas do início do tratamento deverá ser realizada uma nova dosagem de TSH e o ajuste da dosagem do medicamento.

Administração em jejum ou com 4 horas de diferença com outras medicações ou vitaminas (absorção diminuída em caso de tratamento concomitante com colestiramina, sulfato ferroso, cálcio, hidróxido de alumínio; metabolismo da levotiroxina aumentado em caso de tratamento com anticonvulsivantes, rifampicina, sertralina).

O tratamento tem por objetivo regular o ciclo menstrual e devolver a fertilidade à paciente.

Em caso de gravidez, a dosagem TSH deve ser feita no início da gravidez ou no 1º trimestre e o  tratamento com levotiroxina deverá ser realizado mesmo em caso de hipotireoidismo leve, e controle deverá ser feito a cada 6 semanas.

Hipertireoidismo:

Os tratamentos são projetados para diminuir a secreção de hormônios da tireoide. Isso pode ser feito com drogas antitireoidianas ou com iodo radioativo, que, essencialmente, mata parte da glândula para diminuir sua produção hormonal. Iodo radioativo não pode ser usado em mulheres que já estão grávidas e deve haver um período de pelo menos seis meses de espera após o tratamento antes de tentar engravidar.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s